Leia outros Devocionais...

Quem com ferro fere... deve ter uma nova chance (12/10/2011)

Você já deve ter ouvido a frase "quem com ferro fere, com ferro será ferido", não é? O problema não é ouvir este ditado, mas sim assumi-lo como verdade e como regra para conduzir suas atitudes.

Durante a vida, alegramo-nos com momentos de vitórias ao alcançarmos sonhos e objetivos, rimos com amigos engraçados ou sozinhos em situações ilárias, e por estas situações serem tão agradáveis queremos desfrutar delas sempre. Porém, não somos perfeitos e por isso não conseguimos acertar todas as vezes. Por não termos acertado, sentimo-nos inferiores, mas até compreendemos os nossos erros. O que não compreendemos são os erros dos outros que nos afetam.

Vamos ao supermercado e ficamos impacientes e indignados quando a funcionária do caixa passa um produto do próximo da fila, e pensamos lá no fundo: "nossa, que pessoa lerda". Vamos pagar uma conta no banco e reclamamos dos idosos que estão na fila. Paramos no semáforo e buzinamos porque o motorista da frente demorou 2 segundos para acelerar.
Realmente, não compreendemos as outras pessoas e por isso achamos que tudo o que fazem diferente de nós está errado.

Quando alguém fala conosco de forma rígida, o primeiro pensamento é: "vai ter troco", ou "não irei engolir sapo de ninguém", ou ainda "não levo desaforo pra casa". Mas, Deus não é assim conosco e também não quer que sejamos intolerantes com as outras pessoas.

Em Romanos 12:17 está escrito: "A ninguém torneis mal por mal" e o versículo de Romanos 12:21 complementa dizendo "Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem".

Temos que decidir agir com o bem mesmo que soframos com o mal que outra pessoa nos fez, porque, se pagarmos o mal com mal, apenas iremos intensificar as brigas e discussões.

Mas, se pararmos para pensar, as crianças não agem assim. Por isso, Jesus disse que devemos ser como crianças para vivermos conforme os princípios do Reino de Deus (Marcos 10:15). Mesmo que uma criança caia, ela se levanta pronta para uma nova chance. Uma criança até fica triste por ser corrigida pelos pais, porém pouco tempo depois já demonstra o mesmo amor por eles.

Confirmando o ensinamento de Jesus, está escrito em 1 Coríntios 14:20 que devemos ser meninos na malícia e adultos no entendimento. Deus não deseja que fiquemos com os "dois pés atrás" em relação às pessoas, mas quer que verdadeiramente ofereçamos a elas uma nova chance. Devemos corrigi-las se for necessário, mas devemos perdoar, confiar e permitir que tenham uma nova chance.

Se você errou, aceite a correção para que você seja aperfeiçoado(a) e viva bem (Provérbios 10:17). Se alguém errar, corrija-o(a) com paciência, porque "melhor é a repreensão aberta do que o amor encoberto" (Provérbios 27:5).

Ao invés de ferir alguém que o(a) feriu, lembre-se de que não viveria nem mais um segundo se Deus fosse intolerante como você é.

Lembre-se: quem com ferro fere, com amor deve ser perdoado e deve ter uma nova chance.



Leia outros Devocionais...
Cadastre-se gratuitamente para receber novos estudos em seu e-mail

Cadastre-se
Fechar



Quer receber estudos por e-mail?
Sim    Não
Envie um comentário ou pergunta
Escrever      Fechar