Leia outros Devocionais...

Ore pelas autoridades (08/12/2011)

Quando ouvimos notícias sobre atos de corrupção de nossos governantes, ficamos indignados. Também não nos conformamos com a situação precária dos serviços públicos de saúde e educação, e ficamos ainda mais revoltados com o valor abusivo de impostos cobrados sobre os produtos e também descontados de nossos salários.

Relembrando esses fatos pode ser que você tenha ficado furioso, mas acalme-se. Precisamos saber como devemos nos comportar diante das autoridades.

A Palavra de Deus nos ensina a estarmos sujeitos às autoridades, "porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas" (Romanos 13:1). Se desobedecemos às autoridades, desobecemos a Deus, trazendo condenação sobre nós (Romanos 13:2).

Essa obediência às autoridades não pode ser motivada pela punição decorrente da desobediência, mas sim pela nossa própria consciência de sabermos que estamos obedecendo a Deus (Romanos 13:5).

Ainda como atitude decorrente da obediência às autoridades, devemos pagar os impostos fielmente, sem sonegar como muitos fazem (Romanos 13:6).

Não é somente na carta aos Romanos que aprendemos que devemos nos sujeitar às autoridades, mas aprendemos também em 1 Pedro 2:13-17 e em Tito 3:1: "Recomende aos irmãos que respeitem as ordens dos que governam e das autoridades, que sejam obedientes e estejam prontos a fazer tudo o que é bom".

Além disso, não podemos falar mal de ninguém, inclusive das autoridades, de forma que devemos ser calmos e pacíficos, tratando a todos com educação (Tito 3:2).

Devemos nos sujeitar sempre às autoridades, exceto se elas nos forçarem a fazer algo que seja uma desobediência direta a Deus, assim como foi a atitude dos amigos do profeta Daniel diante de Nabucodonosor. Por isso precisamos conhecer a Palavra de Deus, para que não sejamos enganados e nossas consciências sejam acusadas falsamente.

Como as decisões das autoridades influenciam nossas vidas, precisamos orar por elas a fim de abençoá-las. O apóstolo Paulo orientou Timóteo a isso: "1Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens, 2em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranqüila e mansa, com toda piedade e respeito." (1 Timóteo 2:1-2).

Para que haja uma transformação na sua cidade, no seu estado e em nossa nação, precisamos interceder pelas autoridades constantemente, como a Palavra de Deus nos ensina.

Chega de xingar, já passou da hora de orar!



Leia outros Devocionais...
Cadastre-se gratuitamente para receber novos estudos em seu e-mail

Cadastre-se
Fechar



Quer receber estudos por e-mail?
Sim    Não
Envie um comentário ou pergunta
Escrever      Fechar