Leia outros Devocionais...

O espelho da verdade (19/11/2011)

Quando paramos em frente a um espelho, é inevitável vermos alguns detalhes que não costumamos observar durante o dia ou dos quais não nos agradamos. Vemos uma espinha indesejada e aquela gordurinha sobrando dos lados, por exemplo. Então, quando não nos agradamos do que vemos tomamos uma decisão de consertar. Alguns compram um remédio, outros entram na academia, outros iniciam uma dieta, etc.

Assim como o espelho que temos no quarto ou no banheiro de nossa casa permite que reconheçamos algo indesejado no nosso corpo, é necessário que conheçamos um espelho que mostre o que está errado em nossa alma e em nosso espírito.

A Bíblia é o espelho. Quando queremos nos "arrumar" devemos nos achegar a ela, porque ela reflete o que realmente somos e tem as palavras ideais para nos consertar.

Como você é? Como você é visto pelos homens? Como você é visto por Deus?
Será que as suas atitudes atraem as pessoas para Cristo ou levam-nas a permanecer longe dEle?

Quando decidimos andar com Cristo, decidimos andar em novidade de vida (Romanos 6:4). Isso significa que as nossas atitudes devem ser diferentes daquelas que tínhamos antes de conhecê-Lo. Esse processo de transformação não acontece pelo simples esforço pessoal, porque é realizado pela aceitação da "palavra de Deus [que] é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração." (Hebreus 4:12).

Ter o caráter transformado não é algo prazeroso inicialmente, porque é necessário que reconheçamos que estamos errados (isso dói), arrependamo-nos de nossos erros e aceitemos a correção do Senhor. Porém, se aceitarmos a correção do Senhor, certamente o resultado será de muita alegria e de alívio (Hebreus 12:11). Estamos em um processo de transformação até chegarmos "ao conhecimento do Filho de Deus, a varão perfeito, à medida da estatura completa de Cristo" (Efésios 4:13).

Precisamos ver, sentir e pensar como Jesus, porque nós temos a mente de Cristo (1 Coríntios 2:16). Jesus disse que pelo fruto se conhece a árvore (Mateus 12:33), portanto os frutos de nossas vidas mostram que árvore somos e os frutos que precisamos ver são os frutos do Espírito: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, domínio próprio (Gálatas 5:22).

Em uma parreira, quando há frutos pesados e os galhos envergam, o agricultor poda a árvore para o fruto não encostar no chão e contaminar os outros frutos. Quando não conseguimos dar frutos de qualidade, devemos permitir que Deus retire de nós o que nos impede de frutificar adequadamente.

Quais frutos do Espírito você ainda não consegue ver em sua vida? Você ainda não aprendeu o amor incondicional ou a fé sem medida? Então, chega de comodismo, vá para frente do espelho da verdade, que é a Palavra de Deus.



Leia outros Devocionais...
Cadastre-se gratuitamente para receber novos estudos em seu e-mail

Cadastre-se
Fechar



Quer receber estudos por e-mail?
Sim    Não
Envie um comentário ou pergunta
Escrever      Fechar