Leia outros Devocionais...

Me engana que eu gosto (03/11/2011)

Ninguém gosta de ser enganado, não é? Não, isso não é verdade, há muita gente gostando e muito de ser enganada.

Pergunte para uma pessoa que não é cristã sobre a primeira coisa de que ela lembra quando se fala em um "evangélico". Talvez as respostas não sejam muito agradáveis, tais como: pastor ladrão; pequenas igrejas, grandes negócios; e assim por diante.

Não parece que isso está correto, não é? O que tem sido pregado nos púlpitos: salvação ou investir em ação? O que é exibido nos programas de TV apresentados por cristãos? O que se ouve nas rádios do ramo "gospel"?

Se há milagre, há ibope. Se há vitória financeira, há ibope. A moda é correr atrás da bênção adquirindo o carnê da vitória. O negócio é pedir para o pastor tirar uma palavra na rádio. Se não funcionar, o jeito é abrir a Bíblia na sorte e ver em que versículo cai, porque certamente esta será a direção de Deus. É, há muita gente gostando de ser enganada.

É mais fácil pedir uma palavra do que usar um tempo do dia lendo a Palavra de Deus e orando. Porém, Jesus disse "Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam" (João 5:39). Examinar as escrituras não é simplesmente ler um salmo por dia ou tirar um versículo com o "dedo ungido", é necessário orar, ler, orar, ler, orar, ler, orar lendo, ler orando.

O apóstolo Paulo, inspirado por Deus, escreveu aos irmãos de Corinto que temia que eles fossem enganados e se afastassem da simplicidade que há em Cristo (2 Coríntios 11:3-4).

O desejo de Deus é que não sejamos "meninos inconstantes, levados em roda por todo vento de doutrina, pelo engano dos homens que, com astúcia, enganam fraudulosamente" (Efésios 4:14). Ele deseja que sejamos meninos na malícia e adultos no entendimento (1 Coríntios 14:20).

Contudo, não parece que é isso que está acontecendo com aqueles que formam a igreja de Cristo. Não há preocupação em saber se o que foi falado na igreja realmente está de acordo com a Palavra de Deus. Assim, qualquer revelação se transforma "na direção de Deus para a sua vida", então você vai na direção e, se não se cumprir a visão, aguente "porque Deus tem o seu tempo".

A verdade é que, quando Jesus disse palavras duras, a multidão se retirou e apenas os discípulos ficaram (João 6:60-69). Jesus perguntou a eles: "Quereis vós também retirar-vos?". Pedro respondeu: "Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna, e nós temos crido e conhecido que tu és o Cristo, o Filho de Deus".

Deus quer que experimentemos a Sua boa, perfeita e agradável vontade, mas é necessário que não nos conformemos com este mundo e sejamos transformados pela renovação da nossa mente (Romanos 12:2).



Leia outros Devocionais...
Cadastre-se gratuitamente para receber novos estudos em seu e-mail

Cadastre-se
Fechar



Quer receber estudos por e-mail?
Sim    Não
Envie um comentário ou pergunta
Escrever      Fechar