Leia outros Devocionais...

Confiança na tempestade (15/11/2011)

Imagine um sereno no meio da noite. Nada de mais, não é? Então, imagine uma chuva um pouco mais forte. Também nada de mais. Agora, imagine uma forte tempestade com impetuosos ventos e você dentro de um barco (que não é nenhum transatlântico) em alto mar. Não parece uma situação confortável, você concorda?

Algumas vezes vivenciamos situações semelhantes a essa, em que o desespero e o medo são as nossas primeiras sensações e passam a nortear as nossas atitudes. Então, agimos com ansiedade e raiva procurando a solução mais rápida e, quando achamos que a encontramos, seguimos a "intuição" e descobrimos em seguida que pioramos a situação.

Porém, é necessário que confiemos em Deus também nos momentos mais turbulentos e perturbadores de nossas vidas, porque Ele é poderoso para transformar qualquer situação e cessar a perturbação.

Certa vez (Mateus 8:23-27), Jesus e os discípulos entraram no barco para atravessarem o mar, porém, em alto mar, levantou-se uma tempestade tão grande que o barco era coberto pelas ondas. No entanto, Jesus estava dormindo. Os discípulos se desesperaram pensando que iriam morrer naquele momento, então alguns discípulos foram acordar Jesus e pediram-lhe para salvá-los. Jesus lhes disse: "Por que temeis, homens de pequena fé?" (Mateus 8:26). Então, Jesus levantou-se, repreendeu os ventos e o mar, "e seguiu-se uma grande bonança" (Mateus 8:26).

O Senhor nunca nos abandona. Ele é o nosso Pastor e de nada sentimos falta, porque Ele nos guia mansamente até as águas tranquilas (Salmos 23:1-2). A nossa fé (confiança) em Deus deve ser tão grande que nos permita afirmar com toda certeza: "Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam." (Salmos 23:4).

Independentemente da força dos ventos que tentam desviá-lo dos caminhos da justiça de Deus e tentam forçá-lo a desistir dos planos e sonhos dEle para sua vida, saiba que Ele é a Sua rocha e a Sua fortaleza (Salmos 31:3).

Sempre que caminhamos em direção a um objetivo enfrentamos as barreiras da incredulidade e, consequentemente, do desânimo, porém é possível superá-las pela fé no Único e Verdadeiro Deus.

A tempestade pode ser forte e violenta, mas a Rocha que sustenta a sua vida é intransponível. Mesmo que os ventos sejam perturbadores, o Deus Todo-Poderoso pode cessá-los imediatamente.



Leia outros Devocionais...
Cadastre-se gratuitamente para receber novos estudos em seu e-mail

Cadastre-se
Fechar



Quer receber estudos por e-mail?
Sim    Não
Envie um comentário ou pergunta
Escrever      Fechar